Created with Sketch. Created with Sketch.

A crise global na educação

Campanha “Não regresso à escola”

 

Em todo o mundo, milhões de crianças não estão a regressar à escola, o que as deixa mais expostas a situações como o casamento infantil, violência e trabalho infantil. E muitas das que estão agora estão a recomeçar, correm o risco de não adquirirem as competências essenciais.

Aceda a materiais para fazer com crianças e a Guias para prevenir o abandono e promover o bem-estar das crianças na escola.

 

________________________________

Materiais educativos sobre os Direitos da Criança

A UNICEF Portugal apresenta a primeira plataforma com material pedagógico e educativo para ensinar e aprender sobre os Direitos da Criança.

A Plataforma destina-se a todos os profissionais e pais/cuidadores que tenham vontade e interesse em explorar temas relacionados com a Convenção sobre os Direitos da Criança – educação, alterações climáticas, paz e segurança, saúde, entre outros.

Recursos em destaque

Escola para todos

Como podem as crianças contribuir para tornar a educação mais equitativa e de qualidade? Esta atividade faz parte de um conjunto de quatro, que podem ser realizadas em sequência ou de forma isolada. O objetivo geral deste conjunto de atividades é empoderar as crianças e os jovens a serem protagonistas na resposta à crise mundial na educação.

Educação

7-10 anos de idade + 1

Orientações para a prevenção do abandono escolar

Como podemos contribuir para tornar a educação mais equitativa e de qualidade? A UNICEF Portugal disponibiliza um conjunto de orientações para a prevenção do abandono escolar e apresenta sugestões sobre como contribuir para travar este problema social, enquanto professores, educadores ou outros profissionais educativos.A Educação para todas as crianças tem de se tornar uma realidade.

Educação

7-10 anos de idade + 2

Regressamos juntos

Ao regressar às aulas para um novo ano letivo, esta atividade convida as crianças e os jovens a identificarem e valorizarem os diferentes intervenientes na sua comunidade escolar, levando-as a compreender a importância de relações interpessoais positivas para uma escola com ambiente harmonioso, promotor do bem-estar.

Educação + 1

3-6 anos de idade + 3

Na sala da Maria

O direito à alimentação, à saúde ou à educação são tema de conversa na sala da Maria.Este vídeo apresenta, de forma lúdica e pedagógica, os Direitos da Criança e como estes podem ser vividos no dia-a-dia. O vídeo termina com um jogo sobre os direitos humanos, para os educadores que queiram aprofundar este trabalho.

Direitos da Criança

3-6 anos de idade

Manual de Apoio à Prática

O Manual apresenta os fundamentos e experiências práticas de Escolas pelos Direitos da Criança, convidando as comunidades educativas a integrarem esta rede de escolas empenhadas na realização dos direitos da criança.

Educação

3-6 anos de idade + 3

UNICEF – A situação na Ucrânia

A guerra na Ucrânia causou um impacto devastador na vida e no bem-estar das crianças e das famílias. A exposição prolongada a cenários de conflito tem impacto imediato e a longo prazo na saúde das crianças e no seu desenvolvimento. Mulheres e crianças correm o risco de violência baseada no género quando fogem das suas casas em busca de abrigo – quer no interior, quer no exterior do país.

Segurança e paz

3-6 anos de idade + 3

Registe-se para aceder a recursos exclusivos

1

Faça o seu registo.

Crie uma conta para aceder a recursos exclusivos gratuitos.

2

Descarregue os materiais.

Na área dos recursos, pode aceder e descarregar materiais de diferentes áreas. Pode selecionar por faixa etária, e/ou tipo de recurso.

3

Ainda tem dúvidas?

Ver FAQs

Aceda à sua área.

Em “A Minha Conta”, pode consultar o seu histórico.

Perguntas Frequentes

O que é a “Plataforma Escolas” da UNICEF Portugal?

A UNICEF Portugal orgulha-se de apresentar esta plataforma de recursos, fruto da recolha do trabalho desenvolvido, durante vários anos e por todo o mundo, no âmbito da promoção dos Direitos da Criança, consagrados na Convenção sobre os Direitos da Criança (adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas a 20 de novembro de 1989 e ratificada por Portugal a 21 de setembro de 1990).

Com esta partilha de recursos, a UNICEF Portugal quer apoiar todos os profissionais, pais e cuidadores no desenvolvimento da sua intervenção pedagógica, educativa e social, contribuindo com uma nova abordagem e um leque de atividades e experiências que podem ser implementadas, mas também transformadas de acordo com as realidades e contextos a que se destinam. Quer também sensibilizar a comunidade educativa a promover uma educação pelos Direitos da Criança de forma holística e integrada, envolvendo todos os atores na construção de lugares e espaços promotores dos direitos humanos.

Que recursos estão disponíveis?

Podem ser encontrados diversos tipos de recursos, desde atividades, vídeos e outros recursos multimédia. Os recursos estão distribuídos por 11 categorias: Direitos da Criança; Participação; Não discriminação; Família; Educação; Saúde e Bem-estar; Relacionamento interpessoal; Emoções; Segurança e paz; Refugiados e migrantes e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Os vários recursos indicam sempre a finalidade educativa e a faixa etária a quem se destinam, ao passo que cada atividade apresentada também fornece os objetivos e os resultados esperados que se pretendem alcançar no respetivo desenvolvimento da atividade, bem como os materiais necessários para a sua execução. No que toca à faixa etária convém destacar que os vários recursos podem ser utilizados e até adaptados a outras faixas etárias, dependendo da avaliação e sensibilidade do dinamizador.

A quem se destina?

Esta plataforma destina-se a todas as pessoas interessadas em fomentar e promover o desenvolvimento das crianças pelos/através dos Direitos da Criança, as várias sugestões e atividades aqui partilhadas podem ser desenvolvidas por professores e educadores, mas também por outros profissionais, pais e tutores.

O que significa a abordagem proposta pela UNICEF de “educação pelos direitos da criança”?

Mais do que desenvolver atividades esporádicas ou sistemáticas no âmbito dos Direitos da Criança, a UNICEF Portugal vê a abordagem da educação pelos Direitos da Criança como um processo contínuo e inovador, facilitador das relações entre adultos e crianças (adulto-criança, criança-adulto, criança-criança e adulto-adulto) e das aprendizagens. Acima de tudo, transforma as visões e as dimensões de atuação da criança e do adulto, na medida em que o adulto vai conhecer mais de perto e em maior pormenor os Direitos da Criança, integrando-os nas suas práticas educativas, tornando-se mais consciente da criança e do seu papel enquanto aprendente, implementando metodologias pedagógico-educativas mais adequadas à condição da criança enquanto ser humano com características específicas e especiais, facilitando todo o processo de (ensino) aprendizagem, por sua vez a criança construirá uma visão do adulto como ator facilitador da sua aprendizagem. Nesta abordagem, o cerne não está apenas na apresentação dos Direitos da Criança, mas numa experienciação em que se vivem plenamente os Direitos da Criança no dia a dia, desde os pequenos aspetos da rotina diária.